Algas douradas deixam a cútis brilhante e aveludada.

As algas também são ser um poderoso agente para a beleza. Das mais variadas espécies, elas atuam como nutrientes essenciais, revitalizantes e rejuvenescedoras das células da pele.

Por sua ação desintoxicante, as algas melhoram a circulação sanguínea e a oxigenação dos tecidos. Elas ainda oferecem à pele vitaminas, oligoelementos e minerais com alto poder de hidratação. “Os extratos obtidos das algas são muito utilizados em tratamentos estéticos tanto corporais quanto faciais, em cremes, sabonetes, séruns e xampus”, exemplifica a Dra. Livia Pino, dermatologista pós-graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autora do blog Dermatologia em foco.

Diz-se também que as algas ainda combatem a gordura localizada e a celulite, favorecendo a eliminação dos resíduos resultantes do metabolismo celular. É por isso que cada vez mais elas fazem parte do rol de novidades dos salões e centros de estética para manter a beleza da pele. Um exemplo é o tratamento com algas douradas.


Ouro marinho
Segundo a dermatologista, as algas douradas são conhecidas como ouro marinho e usadas, em geral, em procedimentos estéticos que visam o controle da oleosidade da pele, mas os benefícios também incluem aumento da maciez e, principalmente, da luminosidade. O Ritual Mediterranean – nome dado ao tratamento especial oferecido pelo W SPA, no Rio de Janeiro, – combina ingredientes raros e exóticos, como sementes de argan e algas douradas para deixar a sensação de pele macia.

Lôua Unger, coordenadora técnica do W SPA, diz que o ritual tem duração de cinco horas e a cliente sai extremamente relaxada, com a pele aveludada e o bronzeado valorizado, graças à ação das algas douradas. “Com elas, o brilho da pele fica natural, deixando um aspecto luminoso muito bonito, bem diferente do efeito glitter”, diz. O tratamento é muito procurado por noivas e custa, em média, R$ 750.

O processo começa com uma breve esfoliação a base de sementes de argan e oliva, uma espécie de (aquecimento) que nutre e hidrata a cútis. Na sequência, passa por uma bateria de outros ingredientes que, aliados às algas douradas, devolvem a beleza jovial da pele por meio do envolvimento em filme.

A segunda fase do tratamento conta com uma máscara com o ouro marinho. Depois, a cliente é levada para um banho de imersão com sais do Mediterrâneo e recebe uma massagem relaxante com movimentos firmes, profundos e ritmados, que descansa os músculos do corpo e tranquiliza a mente. Para finalizar, uma hidratação facial a base de aloe vera acalma a pele.

Algas azuis e marrons
Além das algas douradas, diversas espécies possuem extratos amplamente utilizados para os benefícios da pele, em especial as algas azuis e marrons. Segundo Livia, da alga marrom Ascophyllum nodosum, é obtido o extrato concentrado chamado de Algowhite. Este extrato tem ação clareadora, anti-idade, acelera a renovação celular, e é um potente antioxidante que promove proteção das membranas celulares e inibe ação dos radicais livres.

Da alga azul, por sua vez, é obtido um extrato chamado de Lanablue – ativo antienvelhecimento com ação “retinoid like”, sem os efeitos colaterais dos retinoides. “Encontrado em um ecossistema raro e protegido, o extrato é rico em vitaminas e aminoácidos que atua com grande eficiência na prevenção e no tratamento do envelhecimento cutâneo”, diz Livia.

Agência Hélice,
Especial para o Terra

 

Fonte: http://beleza.terra.com.br/sua-pele/novidades/algas-douradas-deixam-a-cutis-brilhante-e-aveludada,a31817cbd3e27310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html

Deixe um comentário